Suplementos de aminoácidos essenciais: um guia definitivo

A própria razão pela qual a proteína é tão imperativa são aqueles pequenos fios de aminoácidos. Simplificando, os aminoácidos são os blocos construtivos da vida. Ao ingerir proteínas, o corpo quebra a cadeia de aminoácidos em aminoácidos individuais, reorganiza-os, dobra-os novamente e os transforma no que é necessário ao corpo.

Mas alguns aminoácidos, especialmente quando se trata de condicionamento físico, são extremamente distintos na maneira como são usados ​​no corpo.
Enquanto os aminoácidos são extensos para pesquisas quando se trata de suplementos esportivos. A principal preocupação dos entusiastas do fitness é um grupo de 9 aminoácidos, a saber, histidina, leucina, lisina, isoleucina, valina, metionina, treonina, triptofano e fenilalanina chamados Aminoácidos Essenciais (EAAs).

O que, exatamente, torna os suplementos de aminoácidos essenciais tão importantes? Se as proteínas são feitas de aminoácidos, por que você também deveria tomar suplementos de aminoácidos essenciais, em vez de apenas obter todas as suas proteínas? Por que os aminoácidos essenciais são tão populares como suplementos esportivos?

Este guia definitivo fornecerá uma compreensão clara de tudo o que você precisa saber sobre os Aminoácidos Essenciais.

Vamos começar com;

O que é aminoácido?

Aminoácidos frequentemente chamados de blocos de construção de proteínas são compostos orgânicos contando de nitrogênio, carbono, hidrogênio e oxigênio, cruciais para muitos processos diferentes no corpo.

Existem 2 tipos diferentes de amino, a saber: essenciais e não essenciais. Como o nome indica, os aminoácidos essenciais são necessariamente exigidos pelo corpo e devem ser adquiridos por meio da dieta regularmente, enquanto os aminoácidos não essenciais são sintetizados pelo corpo regularmente e não são necessariamente necessários para serem consumidos através da dieta . No entanto, isso definitivamente não significa que os aminoácidos não essenciais podem ser tomados como garantidos.

A fonte mais genérica de aminoácidos essenciais é a proteína animal como carne, ovo e aves. Por esse motivo, uma dieta vegetariana geralmente carece de aminoácidos essenciais.

O corpo humano requer ambos; Aminoácidos essenciais e não essenciais para funcionar corretamente. No entanto, apenas nove são classificados como aminoácidos essenciais, pois desempenham uma série de funções cruciais e variadas no corpo humano:

Fenilalanina: a fenilalanina é um precursor dos neurotransmissores tirosina, dopamina, epinefrina e norepinefrina. Ele não apenas desempenha um amplo negócio na formação e ação de proteínas e enzimas, mas também auxilia na formação de outros aminoácidos.
Valina: a valina é um dos três aminoácidos ramificados, o que significa que tem uma cadeia que se ramifica para um lado de sua formação molecular. Valine ajuda a impulsionar o desenvolvimento e a regeneração muscular e se engaja na produção de energia.
Treonina: A treonina é o principal componente das proteínas estruturais, como o colágeno e a elastina, que são elementos importantes da pele e do tecido conjuntivo. Ele também desempenha um papel importante na função imunológica e no metabolismo da gordura.
Leucina: como a valina, a leucina é um aminoácido de cadeia ramificada notável pela síntese de proteínas e reconstrução dos músculos. Além disso, ajuda a equilibrar os níveis de glicose no sangue, estimula a cura de hematomas e reúne os hormônios do crescimento.
Triptofano: o triptofano é um precursor da serotonina responsável por regular o sono, o humor e o apetite. O triptofano também possui qualidades de dissimulação da dor e pode aumentar a capacidade de resistência à dor durante treinos intensos ou competições.
Metionina: a metionina é um aminoácido importante, crucial para aumentar a desintoxicação e o metabolismo do corpo. Além disso, tem um papel fundamental no crescimento dos tecidos e na absorção de minerais vitais como zinco e selênio.
Isoleucina: é um dos 3 aminoácidos ramificados necessários para a função imunológica, produção de energia e metabolismo muscular.
Lisina: a lisina é outro aminoácido muito importante necessário para a síntese de proteínas, produção de hormônios e enzimas e absorção de cálcio.
Histidina: a histidina é necessária para produzir histamina, que é crítica para o funcionamento normal do sistema imunológico, função sexual, ciclo vigília-sono e digestão.
As informações acima indicam claramente que, para muitos processos decisivos, o aminoácido essencial é crucial. Não só são percebidos por seu papel no avanço e retificação muscular, mas o corpo conta com eles para muito mais.

Benefícios dos aminoácidos essenciais no mundo do fisiculturismo / fitness

O aminoácido essencial é mais popular como suplemento esportivo, pois tem um papel especial a desempenhar e pode ser usado como um suplemento esportivo ideal na forma de pó / pílulas para melhorar a força, resistência e capacidade de resistência.

A maioria dos atletas já aprecia o favor do aminoácido como suplemento esportivo. Com a crescente mania de entrar em forma e ter uma aparência melhor, as funções e benefícios abundantes dos aminoácidos estão se tornando amplamente conhecidos, então os atletas recreativos também estão usando suplementos de aminoácidos cada vez mais.

Para entender melhor a credibilidade dos EAAs, vamos entender o fundamento lógico de que o principal componente dos músculos é uma proteína composta por aminoácidos. Na ingestão de proteínas, cadeias complexas de aminoácidos são quebradas em sua forma constituinte, ou seja, aminoácidos. Todo esse processo leva um tempo considerável para ser realizado. (Mais de 30 minutos)

Por outro lado, o suplemento de aminoácidos essenciais contém aminoácidos em sua forma constituinte, ou seja, pronto para ser absorvido pelo corpo, a forma prontamente absorvível de aminoácido torna todo o processo muito mais rápido e estável. (Menos de 30 minutos)

É por esta razão que a maioria dos especialistas em fitness prefere suplementar com suplementos de EAA como um pós-treino, pois ajuda os músculos danificados a se recuperarem mais rapidamente e reduz danos como dores musculares.

Alguns dos principais benefícios dos Aminoácidos Essenciais (EAAs) incluem:

Manutenção do músculo: vários estudos revelam que a suplementação de 6 g de EAAs possui um efeito de preservação muscular convincente.
Recuperação de exercício: A suplementação de EAAs como pós-treino aumenta a síntese de proteína muscular e o equilíbrio líquido de proteína muscular, resultando em fadiga reduzida e recuperação mais rápida após o treino.
Regulação do apetite: os EAA possuem uma capacidade especial de regular o apetite, ativando as células cerebrais que suprimem a fome e melhoram a saciedade, o que é extremamente importante para quem busca boa forma!
Resumindo

A deficiência de EAAs pode afetar toda a saúde e bem-estar. Como um suplemento esportivo, Aminoácidos Essenciais é um nutritivo robusto genuíno que pode ser extremamente útil na otimização do desempenho do treino, recuperação do treino, padrão de sono, humor e muito mais. É por esta razão que a maioria dos especialistas em fitness prefere suplementar os aminoácidos essenciais adicionando o suplemento de aminoácidos de cadeia ramificada ao seu regime de treino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

A PBEN MEDICAL tem como principal objetivo fornecer produtos de saúde exclusivos e de máxima qualidade, eficácia e segurança a preços competitivos.

PBEN MEDICAL© 2021